Ambiente corporativo passa por mudanças

CEO da Wide Digital conta como a empresa está enfrentando o momento

Isolamento, home office, pandemia… Essas palavras entraram de vez no vocabulário atual e, com isso, pessoas e empresas tiveram que se adaptar. Líderes de diversas companhias precisaram se reinventar para manter tudo funcionando, ao mesmo tempo que prezam pela saúde física e mental dos colaboradores.

Trabalhar de casa se tornou a saída para muitos negócios e as chamadas de vídeo são cada vez mais usuais. Inclusive essas foram algumas medidas tomadas pela Wide Digital. Segundo o CEO Rubem Amarante, a empresa teve que ser bem ágil na adaptação para esse momento:

-Como muitas empresas, a Wide Digital sofreu impacto. Nossa primeira preocupação foi não expor os funcionários e seus familiares a nenhum risco. Na sequência, trabalhamos para redirecionar nosso processo criativo como forma de apoiar os clientes nos mais diversos canais de comunicação interna e criamos um Hub de comunicação – diz.

Além disso, soluções como e-mail marketing e conteúdos para aplicativos passaram a ser mais usados. Mesmo assim, Rubem diz que é possível tirar algumas lições desse período:

-O que a gente tem aprendido é que temos que ser cada vez mais flexíveis, rápidos, utilizando de forma eficiente todos os meios de comunicação interna que já existem e que ainda vão surgir, focando em conteúdo diferenciado – afirma.

Confira a entrevista completa no vídeo abaixo para saber as medidas que a Wide Digital está implementando. Aproveite e diga para a gente: como está o seu trabalho? 🙂

Comentários

{{comment.comment_author}}
{{comment.comment_date}}
{{comment.comment_content}}
Ver mais comentários

Materias Anteriores

Cristiane Lamonica, gerente de RH da Zurich, conta como a empresa vem fortalecendo estes temas na jornada dos profissionais e a importância da conversa honesta e transparente em todos os momentos, sobretudo na pandemia
Além dos cuidados, campanha aborda assistência e promoção dos direitos das pessoas com o vírus
Jorge Elias, policial civil aposentado, hoje com 64 anos, é exemplo de força e coração na luta contra a doença. Campanha Novembro azul reforça importância do exame preventivo contra o câncer de próstata, segunda doença que mais mata homens no mundo.