Estudo mostra que aplicativos corporativos são eficazes na pandemia

Levantamento com clientes Wide Digital indica que os apps facilitaram a comunicação com funcionários neste período de isolamento

Com o crescimento da pandemia de Covid-19, a rotina de diversas empresas foi alterada às pressas e o home office tem sido uma solução necessária.
Isso quer dizer que muitas delas não podem mais contar com ferramentas de comunicação interna tradicionais e eficazes, como murais e TVs corporativas, por exemplo, e estão movimentando intensamente outras ferramentas que anteriormente eram usadas como “apoio” de divulgação, como redes sociais e plataformas de intranet.
E foi assim que o aplicativo corporativo se tornou uma das formas de manter os colaboradores engajados e informados nesse período.
Acompanhando essa mudança de cultura corporativa, resolvemos analisar os dados de seis apps corporativos mobile e desktop de cinco clientes da Wide Digital para comprovar essa eficácia. Vale mencionar que foram considerados dois períodos: antes e durante a pandemia, com filtros de oito categorias.
O resultado mostra que, comparando-se todos os aplicativos, o uso da ferramenta vem sendo extremamente positivo. A análise mostrou crescimento em todas as categorias:

Além disso, foi observado que as empresas que mais atualizaram e produziram conteúdo durante a pandemia colheram ótimos resultados.
Os apps das empresas estudadas beneficiaram e facilitaram a comunicação com os funcionários no contexto regular de trabalho e, principalmente, em tempos de distanciamento social. Ou seja, o aplicativo se mostrou uma excelente ferramenta de divulgação e também para feedback dos colaboradores, através de curtidas e comentários.

Comentários

{{comment.comment_author}}
{{comment.comment_date}}
{{comment.comment_content}}
Ver mais comentários

Materias Anteriores

Cristiane Lamonica, gerente de RH da Zurich, conta como a empresa vem fortalecendo estes temas na jornada dos profissionais e a importância da conversa honesta e transparente em todos os momentos, sobretudo na pandemia
Além dos cuidados, campanha aborda assistência e promoção dos direitos das pessoas com o vírus
Jorge Elias, policial civil aposentado, hoje com 64 anos, é exemplo de força e coração na luta contra a doença. Campanha Novembro azul reforça importância do exame preventivo contra o câncer de próstata, segunda doença que mais mata homens no mundo.