Qual tipo de comunicação pedem os novos espaços de trabalho?

* por Sabrina Athie, diretora geral da Wide SP

Tenho acompanhado de perto os desafios e inovações que estão nas pautas de líderes e especialistas neste momento. Um dos temas que mais se destaca é o do futuro dos ambientes de trabalho neste “novo normal”.

Ainda que o home office tenha se mostrado um importante aliado, é indiscutível que o trabalho remoto tem gerado também algumas dificuldades. Segundo pesquisa recente do LinkedIn, 62% dos brasileiros ficaram mais estressados com o trabalho em casa full time. Dentre as conversas que tive com alguns líderes, as dores relatadas pelos funcionários se repetem: limitações de espaço e privacidade em casa, conexão de internet problemática, falta de horários definidos, interferências de barulhos externos e por aí vai.

Esses pontos reforçam o valor de um espaço dedicado de trabalho, acessível e seguro para uma retomada acolhedora. Nesse momento, a comunicação é sua maior aliada, unindo as preocupações recorrentes – conteúdo relevante, conexão e proximidade. Mesmo que não seja um home office, é possível fazer com que todos se sintam em casa.

Com tanta informação a ser consumida e tantos canais de comunicação, é preciso mais do que nunca entender a vocação e o foco de cada um nessa retomada, mesmo que gradual, aos escritórios, e nesse cenário a TV Corporativa volta a ganhar espaço fundamental para garantir a assertividade na entrega de conteúdo e o alcance necessário da informação.

Diferente de uma interface de intranet ou rede social, que tem em média 1.200 estímulos visuais e faz com que você acesse o conteúdo que te chamar mais a atenção, a TV Corporativa permite uma comunicação direta e a garantia do consumo do conteúdo sem que seja necessária uma ação do colaborador. Essa comunicação customizada garante  retenção de até 83% da informação e, além da sinalização digital, aprimora a comunicação interna, aumentando em até 25% a produtividade dos funcionários, segundo levantamento da Mvix.

O contexto criado pela pandemia despertou a necessidade imediata de reforçar uma série de práticas e comportamentos saudáveis e, além disso, de ressignificar os fluxos de trabalho e o próprio espaço físico. Para atender esses pontos e inspirar os colaboradores com uma recepção afetiva e humana, temos feito diversos planejamentos de conteúdo para as TVs e outros canais de comunicação interna.

Garantir que seus colaboradores saibam o que importa de uma maneira acessível é um esforço que gera benefícios mútuos à saúde deles e do seu negócio.

Comentários

{{comment.comment_author}}
{{comment.comment_date}}
{{comment.comment_content}}
Ver mais comentários

Materias Anteriores

Especialista indica leituras que podem favorecer no processo de gestão
Jorge Elias, policial civil aposentado, hoje com 64 anos, é exemplo de força e coração na luta contra a doença. Campanha Novembro azul reforça importância do exame preventivo contra o câncer de próstata, segunda doença que mais mata homens no mundo.
Conteúdo visual incentiva cada vez mais a diversidade e inclusão do negro e propõe reflexão sobre o tema