Adoção de pets: site ajuda quem deseja dar lar e amor a um bichinho

A pandemia alavancou a procura: pesquisas indicam benefícios dos animais de estimação à saúde mental

De um lado, o prazer de ter um animalzinho para alegrar nossa rotina. De outro, a existência de muitos bichinhos que carecem de um lar. Una o útil ao agradável e temos o cenário ideal, aquele em que todos os lados saem ganhando.

A adoção de pets teve um boom desde o início da pandemia. O Centro de Adoção Natureza em Forma, em SP, por exemplo, relata estar recebendo o dobro de adoções on-line desde o começo das medidas de isolamento social.

Várias outras organizações descrevem o mesmo movimento, e não é difícil entender o motivo. Em um momento delicado como vivemos, os pets tem papel de protagonismo na manutenção de nosso bem-estar mental. Uma pesquisa publicada em junho na revista acadêmica Journal of Veterinary Behavior analisou essa questão e atesta o benefício: 75% dos entrevistados indicaram que seus animais ajudaram a lidar com o confinamento.

Agora pode surgir a dúvida: como adotar? A plataforma Adote Petz está aí para facilitar o processo, fazendo a ponte entre quem deseja adotar um pet e uma rede de mais de 80 ONGs e protetores parceiros.

O site tem uma seleção especial de peludinhos que buscam lar e amor. O usuário encontra as informações sobre cada pet navegando e depois deve fazer um cadastro – on-line ou presencialmente, em um espaço da rede – para prosseguir com o formulário de interesse. Preenchidos os requisitos analisados na etapa de avaliação, é só comparecer ao local onde o pet escolhido se encontra para concluir a adoção. Um detalhe: só é possível adotar pets que estiverem na cidade onde você reside.

Materias Anteriores

O Rio está completando 456 anos e, para homenagear a cidade maravilhosa, separamos algumas dicas de colaboradores da Wide de points para atividades ao ar livre super instagramaveis e onde é possível se divertir em segurança. Confira.
Gestora em RH compartilha ideias sobre questões inclusivas nas organizações
Nunca foi tão importante falar sobre saúde mental como agora. Atento a essa necessidade, o Hospital Albert Einstein disponibilizou uma plataforma com muitos conteúdos sobre o tema. Mas lembre-se: consultar um profissional da área é o primeiro passo para enfrentar distúrbios como depressão, ansiedade e bipolaridade