Dia Internacional da Mulher

Conheça algumas histórias inspiradoras de mulheres líderes na Comunicação

Os meios de comunicação estão entre os setores mais competitivos e influentes no mundo. Por isso, é sempre importante assegurar a igualdade de gênero, incentivando mais mulheres a seguir carreiras nessas áreas, garantindo o acesso aos postos de chefia.

O Dia Internacional da Mulher é uma data para ser comemorada, mas também para se fazer reflexões. Há anos as mulheres lutam por respeito e igualdade, tanto na vida social quanto no mercado de trabalho. Segundo uma pesquisa do Workr, os cargos de chefia comandados por mulheres na área de comunicação social representam apenas 32,18%.

Em contrapartida, muita coisa está mudando aos poucos e é preciso reconhecer a coragem e garra de todas as mulheres que continuam todos os dias lutando pelo melhor e pela igualdade nos setores.

Um exemplo de força e dedicação é a Cecília Seabra. Mãe, professora, pesquisadora e fundadora da Ceci – Comunicação, estratégia, conteúdo e inovação. Ela decidiu dar um novo rumo na carreira, criando a própria empresa em 2020.

  • É claro que vieram conquistas, porém, para elas serem comemoradas, foi preciso enfrentar muitos obstáculos. A maior dificuldade no trabalho é ser mulher em um mundo criado, feito e regido por homens – diz.

Apesar de todas as dificuldades, Cecília enxerga com bons olhos a entrada das mulheres no mercado de comunicação. Segundo ela, isso é uma conquista e uma pressão que todas precisam enfrentar.

Já a fundadora da Lumis! Comunicação criativa, Valéria Lopes, explica que uma mulher estimulada da forma certa, tende a virar um fator único e exclusivo em qualquer modelo de negócio.

  • Acho muito importante dar voz ao pensamento feminino, porque conseguimos fazer tudo que o homem faz, mas com um olhar mais sensível, que traz uma conotação muito peculiar das situações do dia a dia – ressalta.

Valeria também espera que daqui para frente haja mais domínio das mulheres no mercado.

  • Gostaria que houvesse mais respeito e entendimento com as mulheres no trabalho. Acredito que quando houver isso, o mercado será mais produtivo e ganhará mais – finaliza.

Ainda para Cecília, o Dia Internacional da Mulher é cada vez mais lembrado como um dia para reivindicar a igualdade de gênero e reforçar a luta de todas as mulheres, para que no futuro a desigualdade seja apenas uma mera lembrança de raízes históricas.

  • Que isso não seja mais pauta e que possamos discutir essas questões em uma perspectiva passada e não mais tendo que falar de problemas presentes e projeções futuras com uma certa esperança de melhoria – concluí.

Materias Anteriores

Que tal gastar toda a energia da turminha de forma saudável?
Confira aqui por quê a habilidade é tão importante para o mercado de trabalho
Empresas têm investido e aproveitado a dinâmica do formato para gerar conversas mais horizontais, informar audiências diferentes e criar diálogos mais próximos das pessoas
Usamos cookies, próprios e de terceiros, para melhorar a sua experiência de navegação. Se seguir navegando sem modificar a configuração do seu navegador, consideramos que aceita seu uso.