APP faz ponte entre deficientes visuais e voluntários

Que tal ajudar "emprestando" seus olhos a quem precisa?

Hoje, são muitas as formas pelas quais deficientes visuais conseguem se adaptar às necessidades do dia a dia. Contudo, eles também precisam de ajuda em pequenos desafios de acessibilidade, como ler rótulo de produtos, escolher a lata certa no armário ou checar a cor de uma peça de roupa.

 

Por isso, o dinamarquês Hans Jørgen Wilberg inventou o Be My Eyes,  um aplicativo de celular bastante simples que funciona como uma comunidade global, permitindo a qualquer pessoa “emprestar” sua visão por alguns instantes. 

Quando um usuário cego ou com visão limitada solicita ajuda através do aplicativo, Be My Eyes manda uma notificação para vários voluntários. O aplicativo funciona conectando um usuário cego ou com visão limitada com um voluntário que consegue ver, baseado na língua que eles falam e no fuso horário.

Materias Anteriores

2021 chegou com tudo e, depois de um ano tão "fora do padrão", estamos cheios de metas, certo? Veja algumas dicas para tornar tudo isso realidade
* por Sabrina Athie, diretora geral da Wide SP
Atividades para quem quer usar o tempo de forma produtiva