APP faz ponte entre deficientes visuais e voluntários

Que tal ajudar "emprestando" seus olhos a quem precisa?

Hoje, são muitas as formas pelas quais deficientes visuais conseguem se adaptar às necessidades do dia a dia. Contudo, eles também precisam de ajuda em pequenos desafios de acessibilidade, como ler rótulo de produtos, escolher a lata certa no armário ou checar a cor de uma peça de roupa.

 

Por isso, o dinamarquês Hans Jørgen Wilberg inventou o Be My Eyes,  um aplicativo de celular bastante simples que funciona como uma comunidade global, permitindo a qualquer pessoa “emprestar” sua visão por alguns instantes. 

Quando um usuário cego ou com visão limitada solicita ajuda através do aplicativo, Be My Eyes manda uma notificação para vários voluntários. O aplicativo funciona conectando um usuário cego ou com visão limitada com um voluntário que consegue ver, baseado na língua que eles falam e no fuso horário.

Materias Anteriores

Fique ligado nas dicas e relaxe de verdade
Apostando todas suas fichas no poder do áudio, aplicativo segue e reforça a tendência de comunicação
Instituição nova-iorquina trata de temas que vão de moda à pedagogia artística
Usamos cookies, próprios e de terceiros, para melhorar a sua experiência de navegação. Se seguir navegando sem modificar a configuração do seu navegador, consideramos que aceita seu uso.